Mesa Redonda com Maria Grazia Rossi e Fabrizio Macagno

O Projeto MetaCare: promover o uso adequado de metáforas em diálogos médicos

Fabrizio Macagno e Maria Grazia Rossi
Instituto de Filosofia, Universidade Nova de Lisboa

metacare@fcsh.unl.pt

 

A análise do modo como a compreensão entre pacientes e prestadores de saúde é co-construída levanta desafios de diversa ordem, especialmente se considerarmos a complexidade dos objetivos dialógicos seguidas em contexto institucional de cuidados de saúde. Nesta apresentação, temos como objetivo o de mostrar como os conhecimentos e as ferramentas da área da pragmática e da argumentação podem contribuir para abordar este desafio e para desenvolver novas ferramentas de análise. Especificamente, apresentamos a maneira como estamos a usar um quadro pragmático e argumentativo no âmbito do Projeto MetaCare, um programa de investigação dedicado a analisar como as metáforas são utilizadas e compreendidas no contexto de cuidados da diabetes. Na primeira parte da apresentação, introduzimos os objetivos do Projeto MetaCare, detalhando como pretendemos usar metáforas enquanto ferramentas educativas para promover a compreensão e a tomada de decisão por parte dos pacientes. Na segunda parte, apresentaremos os resultados de dois estudos que realizámos para analisar como as metáforas
estão a ser utilizadas e entendidas por prestadores e pacientes com diabetes. Concluímos com um esboço de direções futuras e implicações práticas resultantes desses dois estudos. 

 

Fabrizio Macagno (Ph.D UCSC, Milão, 2008) trabalha como investigador e professor auxiliar na Universidade Nova de Lisboa. É autor de mais de 80 artigos sobre definições, pressuposições, esquemas argumentativos e análise de diálogo, publicados em importantes revistas internacionais e com revisão por pares tais como Journal of Pragmatics, Intercultural Pragmatics, Argumentation, e Philosophy and Rhetoric. As suas publicações principais incluem os livros Argumentation Schemes (CUP 2008), Emotive language in argumentation (CUP 2014), e Interpreting straw man argumentation (Springer 2017). 

 

Maria Grazia Rossi (Ph.D Università di Messina, Messina, 2012) trabalha como investigadora Pós-Doc na Universidade Nova de Lisboa. A sua investigação atual foca-se no papel das metáforas como ferramentas argumentativas para apoiar a compreensão de pacientes. Trabalhou sobre metáforas e emoções como ferramentas de raciocínio e tomada de decisão, especialmente em contextos médico e moral. Publicou uma monografia, vários artigos, e editou livros, entre os quais “Coding Problematic Understanding in Patient–provider Interactions” (Health Communication, 2019, com F. Macagno), “Metaphors and problematic understanding in chronic care communication” (Journal of Pragmatics, 2019, com F. Macagno) e “The ethical convenience of non-neutrality in medical encounters. Argumentative instruments for healthcare providers” (Teoria, 2017, com D. Leone D. e S. Bigi).

 

 

Outubro 2021
SD
01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Eventos por tipo